"Pega de Boi no Mato" celebra a profissão secular do vaqueiro na zona rural do norte do Piauí.







O evento Pega de Boi no Mato celebra essa tradição com uma importante festa no sábado, 28 de maio, na zona rural de Pedro II, na comunidade São Luís.




O evento será realizado dia 28 de maio, sábado, nas residências da Dona Altina Uchôa e do Senhor Francisco Carneiro. Expectativa é de participação de até 4 mil pessoas.



Na zona rural de Pedro II, distante há 220km de Teresina, ainda é comum encontrar homens vestidos de couro, guiando a boiada, ou correndo atrás dos animais desgarrados.


 
O manejo com os bovinos é de responsabilidade do vaqueiro e, no estado, esse trabalho rural é passado de geração em geração. O evento Pega de Boi no Mato celebra essa tradição com uma importante festa no sábado, 28 de maio, na zona rural de Pedro II, na comunidade São Luís.






Para Fernando Uchôa, vaqueiro desde os sete anos de idade, essa não é só uma profissão, mas uma missão de levar adiante uma tradição secular que ajudou a construir a história do Piauí e que continua movimentando a economia dos municípios piauienses.

"Correr gado é uma paixão que está no sangue. Eu herdei do meu avô Manoel Fernandes, que era cearense entusiasmado, mas muito forte e corajoso" diz Fernando que, com a ajuda de amigos, já venceu muitas competições de Pega de Boi no Mato.

A partir dessa história, surgiu em 2016 a primeira Pega de Boi no Mato. Manoel Fernandes tem como objetivo dar visibilidade aos vaqueiros de Pedro II e região, além de movimentar a economia da comunidade.






Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem