Família de criança estuprada em Teresina diz que foi ameaçada por professor.





Se tu contar para o teu pai, para tua mãe, eu vou machucar tua mãe



A mãe da criança de nove anos que foi vítima de estupro dentro da Escola Municipal Monteiro Lobato, no bairro Angelim, zona sul de Teresina, relatou em entrevista a O Dia Tv que o professor acusado do crime chegou a fazer ameaça contra a sua família caso o menor de idade revelasse a violência sexual sofrida no banheiro da escola.





“Se tu contar para o teu pai, para tua mãe, eu vou machucar tua mãe, vou matar tua mãe. Ele disse que quanto saiu do banheiro, no recreio, disse que falou com a professora e ela disse que ia conversar com ele. Ai ele viu ela conversando com ele e ninguém providenciou nada”, disse a mãe da criança sobre os relatos que ouviu do filho.



A mulher explicou que percebeu o filho triste e sem apetite durante três dias. A febre e outros sintomas parecidos com os da dengue a fizeram desconfiar da doença. Contudo, percebeu que o filho sofreu uma violência sexual depois que a criança relatou dores e assadura nas partes íntimas.



“Ele foi para o colégio, alegre. Quando o pai dele foi buscar, ele já chegou triste. Ele só tirou o tênis e deitou. Ele passou três dias passando febre, não comia, só tomava soro e água de coco. Minha filha falou com ele e ele contou tudo. Disse que ele bateu, chutou a barriguinha dele, deu um muro na boca dele e desceu a roupa dele e fez”, disse.

O exame de corpo de delito realizado na criança comprovou o abuso sexual e o caso é investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Revoltada, a família da criança pede a prisão do professor acusado. Através de nota, a Secretaria Municipal de Educação de Teresina afirmou que adotou as medidas cabíveis e afastou o professor para a proteção da comunidade escolar.


PORTAL O DIA

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem